Coletivo Terra – Assentamento Terra Prometida produtos agroecológicos

Produtos: Verduras, hortaliças, legumes, ovos, frutas e fitoterápicos

 

Endereço: Rua 28 de Novembro, Distrito de Xerém/Piranema – Duque de Caxias/RJ
Telefone para Contato: (21) 9.9780-7287

O Coletivo Terra reúne produtores familiares organizados no Assentamento de Reforma Agrária Terra Prometida e pequenos agricultores familiares que estão no entorno e se situam na APA – Área de Proteção Ambiental, do Iguaçú próximos a reserva biológica do Tinguá. O Assentamento Terra Prometida surgiu a partir de uma ocupação que ocorreu em 28.11.1999 na região de Miguel Pereira/RJ, realizada por 153 famílias de trabalhadores sem-terra e que dá origem ao acampamento feito com barracas de lonas pretas. A ocupação ocorreu na Fazenda Santana, uma grande extensão de terra improdutiva e plana no Sul Fluminense. Em 2000, foram obrigados a deixar o acampamento às margens da Rodovia RJ-125 e foram transferidos para a Zona Oeste do Rio de Janeiro, em terras que margeiam o Rio Guandu, no distrito de Santa Cruz, terras públicas, pertencentes à Marinha do Brasil. Ficaram ali por cinco anos, produzindo muito aipim e adaptados, até que o governo estadual tomou a área, para entregar a empresa de siderurgia alemã Thyssen Krupp – CSA, que buscava construir no espaço toda a sua infraestrutura com porto próprio e ramal de estrada de ferro. O assentamento foi transferido para a região de Caxias, junto a uma área de preservação ambiental chamada APA do Iguaçu, e a época foi prometido pelos governantes que seria garantido toda a infraestrutura para o assentamento, promessa não cumprida até hoje. Depois de muita luta e resistência, os trabalhadores apesar de todos os obstáculos, estão produzindo agroecologicamente alimentos saudáveis.

Princípios:

I. Produção Agroecológica e Orgânica garantindo o fornecimento de produtos saudáveis e produzidos em harmonia com a natureza, em inteiração coletiva e social, respeitando a sazonalidade e o potencial agrícola da região;

II. Garantir a permanência das pessoas no campo com condições dignas às famílias que vivem da agricultura, fortalecendo a economia local e preservando o bioma local;

III. Garantir a conexão Campo Cidade construindo caminhos de resistência no compromisso com a vida e com a soberania alimentar;

IV. Cuidar do Planeta, lutando por igualdade, justiça social e ambiental, contra o lucro capitalista e a favor do desenvolvimento sustentável.

Composição: O Coletivo Terra possui em torno de 20 famílias, dessas 05 moram na Ponta de Nova Iguaçu no JR Paraíso. Três famílias são parceiros próximos: 02 do Assentamento São Lourenço e uma família do assentamento Bambu Amarelo. As demais famílias são do assentamento Terra Prometida.