A Importância das Compras Coletivas

A compra coletiva, por eliminar o papel do atravessador, garante preços mais acessíveis e justos e instrumenta os consumidores com um conhecimento maior de todo o processo de produção e distribuição envolvido.

As encomendas representam um compromisso do consumidor com a compra. Para o produtor significa que ele tem garantida a venda de um certo número de seus produtos. As compras coletivas são o início da aproximação com os produtores, a qual se aprofunda através do agroturismo, das campanhas, de oficinas culinárias, das práticas de reaproveitamento e da agricultura urbana.

As compras coletivas são uma modalidade de consumo proposta pela economia solidária e representam uma forma consciente de consumo. Nas compras coletivas o consumidor muda de receptor passivo para agente ativo, que compreende melhor a vida dos produtores e o processo agrícola, além da cadeia de distribuição, atuando sobre a mesma.

Dentro desta lógica, importante dar o devido destaque à compra coletiva de produtos frescos. Os produtores de frescos estão relativamente próximos de nossa cidade, são então produtores locais, e nossa compra representa muito para eles. Estamos num período de um crescente encurralamento das áreas periurbanas, que são alvo de especulação imobiliária e industrial, e consequentemente estes produtores estão muito ameaçados. Nossa compra, se possível semanal, traz para eles segurança e possibilidade de se planejar e ser sustentáveis. Apoiar estas compras é fundamental. 

Estar na Rede Ecológica apenas em função dos produtos mensais (secos), também muito importantes, mas que envolvem produtores mais distantes, melhor resolvidos em termos de sustentabilidade, –  é um equivoco. Importante destacar que o compromisso que pedimos ao se associar se relaciona a se propor a compra dos produtos frescos, revelando o reconhecimento de que a ponta do consumidor é o que garante a continuidade e estabilidade da produção agroecológica. 

As compras coletivas se diferenciam das compras nas feiras, nas quais o contato é face a face porém individual. Os consumidores se organizam para o funcionamento da compra, cuidando tanto dos pedidos, quanto da logística de entrega e do pagamento aos produtores.

As compras coletivas se diferenciam ainda mais das lojas e supermercados porque nestes não há nenhum conhecimento sobre os meios de produção e distribuição envolvidos nos produtos que estão sendo vendidos.

Em geral, as compras coletivas restringem o número de produtos acessíveis, criando uma forma de consumo mais sóbria, voltada para o essencial. Em geral há apenas um produto de cada tipo, do qual se tem um conhecimento mais próximo.

A compra aumenta os laços sociais dos consumidores, tanto com os produtores como com os outros consumidores com quem compartilha informações, questões, e desafios.